terça-feira, 3 de maio de 2011

Sobre o dançar


Ele me chama para dançar todas as manhãs
esse convite é feito pela sua voz suave
e pela sua mão de amor estendida em minha direção.
Confesso que nem todos os dias aceito dançar com Ele,
mas quando venço tudo de mim que há em mim e finalmente aceito,
nunca me arrependo.
Ele conhece meu passo, meu ritmo, minha música favorita
Danço com Ele como se nunca tivesse feito outra coisa na minha vida
A coreografia se faz perfeita do começo ao fim.
É só com Ele que danço sem tropeçar, e quando penso que tropeço
Ele gentilmente me mostra que tudo faz parte da coreografia,
que nada sai do compasso quando é Ele quem me conduz
Todos os movimentos são bem pensados, lindos e completos.
E apesar da minha insistência de querer dançar sozinha, fazer meus solos,
nenhum dia da minha existência Ele deixou de me convidar para dançar.

11 comentários:

amanda cavaliere disse...

Lindo, Mari! Expressão perfeita do sussuro especial que ouvimos a cada dia...
Amei muito!

Vivi's disse...

Lindo!

Ana disse...

Mari, que doçura, dança mais especial da vida!
Tão bom te ler!

Menina moça disse...

Q lindo, a dança é a cura pra varios males
gostei muito...

Noemi disse...

Dançar com Ele sempre nos traz novidades e carinhos incríveis...
Adorei seu texto! bom demais!
beijos

nina disse...

lindo!
tudo faz parte da coreografia da vida!

Mima disse...

Fez-me pensar sobre meus passos errados nessa dança...

Seu texto remete o leitor a imagens como de um sonho ou de uma viva lembrança. Que essa dança te envolva incansavel e eternamente.

Babi disse...

amei! Continue aceitando o convite dessa dança! ;)

Alice disse...

Mari, teu escrito lembra a música da Tulipa Ruiz "só sei dançar com você". Lindo!


Um beijo dona moça!

Camila Santana disse...

Nossa, que coisa linda de se ler.
Que texto belo, garota.
Todas as suas palavras de certa forma me envolveu na sua dança de todas as manhãs. Parabéns.

Deus te abençoe.

Carol Alves disse...

Lindo isso, Mari!