domingo, 20 de junho de 2010

conjulgando o futuro.


Olharei pros olhos dele e verei meu futuro,
verei que será ali que abrigarei meus sonhos e meus amores
Descansarei em seus ombros todos os meus temores
e farei canções de amor com os nossos bom-dias
Pensarei em mim na primeira pessoa do plural,
e tudo será mais completo, e não saberei mais o que é falta
Farei dele o foco quando as paisagens forem lindas
cantarei sobre nossos dias, como quem fala de um novo amor
Pegarei em suas mãos sempre como se fosse a primeira vez
e pousarei em sua janela uma segunda
Falarei pra ele sobre o amor e sobre o caminho
e ele os encontrará
e nós três caminharemos juntos
eternamente.

10 comentários:

Gaby Soncini disse...

Que lindo Mari *.*

Grande beijo!

Ana disse...

amém!
A-m-e-m! :)

Leca disse...

entendo sim... muito muito lindo e profundo. os 3 sim, somente nos 3 existe o sentido mais completo e pleno. amo!

Denise Portes disse...

Mari
Gostei muito daqui, já te sigo.
Gostaria que fosse conhecer o meu blog: www.odeliriodabruxa.blogspot.com
Beijo
Denise

lu agreste disse...

flor, como você diz o que me fala a alma.
obrigada por compartilhar sua poesia.

a três, a caminhada é mesmo melhor.

Pâmela Grassi disse...

Mari,

cantas canções de amor de mãos dados com a pessoa que gostamos. Lindo, lindo! Adorei!

um beijón, querida

Denis Campos disse...

adoro ler as coisas daqui, sempre.
(:

Felicidade Clandestina disse...

um encanto seu perfil. gostei da simplicidade das coisas.

Alice disse...

de mãos dadas e plural, vai-se longe.

beijo Mari.

Grafite disse...

muito muito lindo!
Parabéns!
ameeeei isso:
"Descansarei em seus ombros todos os meus temores
e farei canções de amor com os nossos bom-dias"

beiijo,
*.*