segunda-feira, 6 de setembro de 2010

não quero falar.



não te falo do que eu sinto,
pois tem coisas que você não conhece
e é por isso que tenho me sentido assim
você não sabe das minhas angústias
pois não conhece da minha Paz.


concordo com aquela sua carta que dizia
"se não nos conversarmos, não nos conheceremos"
talvez eu não saiba me apresentar,
ou talvez, eu simplesmente não queira.


quem me dera um dia poder ter o privilégio
de ter em você alguém que a mim entenda
não me leve a mal, não acho que você me desconheça
só acho que você não percebeu o que me é essencial.

6 comentários:

Carolina Tavares disse...

É uma percepção tão fina, tão sensível que as vezes escapa, as vezes não alcança e as vezes disfarça.
bjs Mari

® ロ disse...

Pelos textos você tem!

Bárbara Guimarães disse...

"não me leve a mal, não acho que você me desconheça
só acho que você não percebeu o que me é essencial."

Me identifiquei tanto! =T
Acho que através das palavras as pessoas nos conhecem sempre um pouco mais..

lu agreste disse...

é dificil falar e ser compreendido quando não falamos do mesmo Amor.

Pâmela Grassi disse...

Gostei do

"se não nos conversarmos, não nos conheceremos"

Se não nos tocamos, a vida não nos tocará,

Beijos, Mari

Gaby Soncini disse...

talvez eu não saiba me apresentar,
ou talvez, eu simplesmente não queira.


Seu poema todo tocou em mim.

Grande Beijo!