sexta-feira, 6 de março de 2009

O menino comum.




Ele era um menino comum, assim como outro qualquer
carregava uma mochila nas costas,
caminhava com as mãos nos bolsos
e com o chão no pé.

Ele gostava de dias comuns,
quando se não é nem muito frio nem muito quente
não tinha sonhos,nem objetivos
gostava de usar óculos ao invés de lentes.

Ele tinha uma vida comum,
onde ele era o que mais lhe importava
não tinha amigos íntimos, tomava poucas decisões
e não sabia dizer "te amo" para sua namorada.

Ele achava comum ser comum e não entendia porque as pessoas eram tão complicadas
as coisas pra ele eram bem mais simples
ele não precisava pedir desculpas e nem ter que aceitá-las

Esse menino comum canta ao invés de falar
talvez pra espantar seus males,
ou talvez para não ter que os enfrentar

E essa história terá um final bem comum
com palavras comuns como não e sim
pois ele não viveu feliz para sempre
e esse sim foi seu triste e comum fim.

Um comentário:

Esther Affonso disse...

Sentimento nada comundo lendo esse texto...
Que forte! Que lindo! Que triste...
bjos de saudades!